[:br]Curitiba é a cidade mais inteligente do Brasil, de acordo com o Ranking Connected Smart Cities 2018, seguida por São Paulo e Vitória. A 4ª colocação ficou com Campinas e a 5ª Florianópolis, no Ranking Geral.

 

Considerado o mais importante levantamento sobre cidades inteligentes do Brasil, o Ranking Connected Smart Cities 2018 contempla cerca de 700 cidades e analisa 70 indicadores. No Ranking Geral, o estudo aponta as cinco cidades mais inteligentes do País. O primeiro lugar ficou com Curitiba, seguida por São Paulo e Vitória. Quarta colocação Campinas; 5ª Florianópolis.

O Ranking Connected Smart Cities é realizado pela Urban Systems, em parceria com a Sator. O estudo tem como objetivo definir as cidades com maior potencial de desenvolvimento no Brasil, sendo dividido em quatro resultados: Geral, por Eixo Temático, Região e por Faixa Populacional. O Ranking é composto por indicadores de 11 principais setores: mobilidade, urbanismo, meio ambiente, energia, tecnologia e inovação, economia, educação, saúde, segurança, empreendedorismo e governança.

 

Destaques
Curitiba
A capital paranaense conquistou o 1° lugar no Ranking Geral, 2º em Empreendedorismo e Urbanismo, 3º em Tecnologia e Inovação e 1º lugar em Governança. Com o resultado, Curitiba subiu uma posição e ultrapassa São Paulo, 2ª colocada. Além dos destaques no Ranking, Curitiba se destaca ainda por possuir 4 Parques Tecnológicos (Polos), 7 incubadoras de empresa e apresentou crescimento de 20% das micro empresas individuais.

São Paulo
Nas duas últimas edições (2016 e 2017), o primeiro lugar foi conquistado por São Paulo. A capital paulista  conquistou o 1º lugar em três categorias: Ranking Região Sudeste, Mobilidade e Urbanismo, além do 4º lugar em Tecnologia e Inovação.

Nas quatro edições do estudo, São Paulo alcançou a primeira colocação em Mobilidade e Acessibilidade. A capital conta com 2,82 km de modais de transporte coletivo de massa por 100 mil habitantes, 3,87 km de ciclovia por 100 mil habitantes.

Vitória
Vitória alcançou o primeiro lugar no Ranking Geral e em mais três categorias: por Faixa Populacional de 100 mil a 500 mil habitantes, em Saúde e Educação.
A capital do Espirito Santo conta com 7,7 leitos/mil habitantes, 859 médicos/100 mil habitantes. Em Vitória, 81% da população tem cobertura do atendimento da saúde da família, sendo que as despesas pagas com Saúde atingem R$ 644/habitante e, em relação à taxa de óbitos, é de 2,3 óbitos/mil nascidos vivo. Já em relação à Educação, Vitória apresenta destaques, tais como: Média no Enem de 604; 98,3% dos professores do ensino médio da rede pública com ensino superior; e nota 4,1 no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), por exemplo.

Campinas
A cidade subiu quatro posições em relação à edição anterior do Ranking e conquistou o 4º lugar classificação geral, além do 2° lugar em Economia, 3° em Empreendedorismo e 5° nas categorias Mobilidade e Tecnologia e Inovação.
Campinas, com destaque em Economia, Empreendedorismo, Mobilidade e Tecnologia e Inovação, apresenta renda média dos trabalhadores formais de R$ 3.490; crescimento dos empregos formais de 0,1%; a independência do setor público (empregos) é  94,2%; crescimento de 3,8% de empresas de tecnologia; 4 incubadoras; crescimento de 19% das micro empresas individuais. A cidade conta com Parques Tecnológicos;  1,91 km de ciclovia por 100 mil habitantes; 6,4% dos domicílios com rampa de cadeirante no entorno; 262 conexões rodoviárias interestaduais; 69 destinos aeroviários;  28% das conexões de internet com velocidade superior a 34 MB; 24% dos trabalhadores possuem ensino superior, entre outros destaques.

Florianópolis
Com o resultado de 2018, a cidade subiu uma posição em relação à edição anterior, quando ficou em 6° lugar. Indicadores importantes se destacam em Florianópolis. A cidade conta com 18 vagas em universidade pública por mil habitantes com mais de 18 anos; média do ENEM é de 602; média de 4,6 do IDEB; 94,4% dos docentes do ensino médio concluíam o ensino superior, taxa de abandono (ensino médio) é de 6,7% e as despesas pagas com educação soma R$811. A capital apresenta crescimento de 5,6% de empresas de tecnologia,  3 Polos Tecnológicos, 3 Incubadoras e crescimento de 21% de MEI.

 

Histórico

Classificação Geral Ranking Connected Smart Cities | Histórico das 4 Edições
INDICADOR 2018 2017 2016 2015
Connected Smart Cities Curitiba São Paulo São Paulo Rio de Janeiro
Mobilidade e Acessibilidade São Paulo São Paulo São Paulo São Paulo
Urbanismo São Paulo Santos Curitiba Curitiba
Meio Ambiente Santos Belo Horizonte Belo Horizonte Belo Horizonte
Energia Pirassununga Tubarão Guarapuava Guarapuava
Tecnologia e Inovação Rio de Janeiro Rio de Janeiro São Paulo São Paulo
Saúde Vitória Vitória Vitória Vitória
Segurança Ipojuca Vinhedo Ipojuca Ipojuca
Educação Vitória Curitiba Vitória Vitória
Empreendedorismo Rio de Janeiro São Paulo Rio de Janeiro Rio de Janeiro
Governança Curitiba Barueri Curitiba Curitiba
Economia Barueri Barueri Rio de Janeiro Rio de Janeiro

 

A Edição 2019 do levantamento será divulgada durante o  evento nacional Connected Smart Cities, que será realizado nos dias 17 18 de setembro de 2019, em São Paulo.

 

Para acessar a classificação de todas as cidades participantes do levantamento e os indicadores que compõem o Ranking Connected Smart Cities 2018, CLIQUE AQUI!

 

 [:en]Curitiba is the smartest city in Brazil, according to the Connected Smart Citeis 2018 Ranking, followed by São Paulo and Vitória. The 4th place went to Campinas and the 5th Florianópolis, in the General Ranking.

 

Considered the most important survey on smart cities in Brazil, the Connected Smart Cities Ranking 2018 includes about 700 cities and analyzes 70 indicators. In the Overall Ranking, the study points out the five smartest cities in the country. The first place went to Curitiba, followed by São Paulo and Vitória. Fourth place Campinas; 5th Florianópolis.

The Connected Smart Cities Ranking is conducted by Urban Systems, in partnership with Sator. The study aims to define the cities with the greatest potential for development in Brazil, being divided into four results: General, by Thematic Axis, Region and Population. The ranking is composed of indicators from 11 main sectors: mobility, urbanism, environment, energy, technology and innovation, economy, education, health, security, entrepreneurship and governance.

 

Highlights

Curitiba
The capital of Paraná earned 1st place in the General Ranking, 2nd in Entrepreneurship and Urbanism, 3rd in Technology and Innovation and 1st place in Governance. With the result, Curitiba rose one position and surpasses São Paulo, 2nd place.

In addition to the highlights in the ranking, Curitiba also stands out for having 4 Technology Parks (Poles), 7 company incubators and presented growth of 20% of individual micro companies.

 

São Paulo
In the last two editions (2016 and 2017), the first place was won by São Paulo. The capital of São Paulo won the 1st place in three categories: Southeast Region Ranking, Mobility and Urbanism, in addition to 4th place in Technology and Innovation.

In the four editions of the study, São Paulo reached the first place in Mobility and Accessibility. The capital has 2.82 km of mass transit modes per 100 thousand inhabitants, 3.87 km of bike path per 100 thousand inhabitants.

 

Vitória
Vitória reached the first place in the General Ranking and in three other categories: by Population Range of 100 thousand to 500 thousand inhabitants, in Health and Education.

The capital of Espirito Santo has 7.7 beds/thousand inhabitants, 859 doctors/100 thousand inhabitants. In Vitória, 81% of the population has family health care coverage, and the expenses paid for health reach R$ 644/inhabitant and, in relation to the death rate, is 2.3 deaths/thousand live births. Regarding Education, Vitória presents highlights, such as: Average in Enem of 604; 98.3% of public high school teachers with higher education; and note 4.1 in the Basic Education Development Index (IDEB), for example.

 

Campinas The city rose four positions in relation to the previous edition of the Ranking and won the 4th place overall ranking, besides the 2nd place in Economy, 3rd in Entrepreneurship and 5th in the Mobility and Technology and Innovation categories.

Campinas, highlighting Economics, Entrepreneurship, Mobility and Technology and Innovation, has an average income of formal workers of R$ 3,490; formal employment growth of 0.1%; the independence of the public sector (jobs) is 94.2%; 3.8% growth in technology companies; 4 incubators; 19% growth in individual micro enterprises. The city has Technology Parks; 1.91 km of cycle path per 100 thousand inhabitants; 6.4% of households with wheelchair ramp in the surroundings; 262 interstate road connections; 69 air destinations; 28% of internet connections with speeds over 34 MB; 24% of workers have higher education, among other highlights.

 

Florianópolis
With the result of 2018, the city rose one position compared to the previous edition, when it was in 6th place.

Important indicators stand out in Florianópolis. The city has 18 places in public university per thousand inhabitants over 18 years; ENEM average is 602; average of 4.6 from IDEB; 94.4% of the high school teachers completed higher education, the dropout rate (high school) is 6.7% and the expenses paid for education amount to R$ 811. The capital presents growth of 5.6% in technology companies, 3 Technology Poles, 3 Incubators and 21% growth in MEI.

 

History

General Classification Ranking Connected Smart Cities | History of 4 Editions
INDICATOR 2018 2017 2016 2015
Connected Smart Cities Curitiba São Paulo São Paulo Rio de Janeiro
Mobility and Accessibility São Paulo São Paulo São Paulo São Paulo
Urbanism São Paulo Santos Curitiba Curitiba
Environment Santos Belo Horizonte Belo Horizonte Belo Horizonte
Energy Pirassununga Tubarão Guarapuava Guarapuava
Technology and innovation Rio de Janeiro Rio de Janeiro São Paulo São Paulo
Health Vitória Vitória Vitória Vitória
Security Ipojuca Vinhedo Ipojuca Ipojuca
Education Vitória Curitiba Vitória Vitória
Entrepreneurship Rio de Janeiro São Paulo Rio de Janeiro Rio de Janeiro
Governance Curitiba Barueri Curitiba Curitiba
Economy Barueri Barueri Rio de Janeiro Rio de Janeiro

 

 

The 2019 edition of the survey will be released during the Connected Smart Cities national event, which will be held on September 17-18, 2019, in São Paulo.

 

To access the ranking of all cities participating in the survey and the indicators that make up the Connected Smart Cities 2018 Ranking, CLICK HERE!

 

 

 [:]