[:br]Plataforma em nuvem desenvolvida pela Geoambiente para a gestão dos serviços públicos, o Agility participará pela 2ª vez consecutiva do Connected Smart Cities. Em entrevista, o diretor comercial da empresa, Felipe Del Nero, ressaltou a participação no evento em 2018.

Mais importante iniciativa de cidades inteligentes do Brasil, o Connected Smart Cities está na 5ª edição e será realizado nos dias 17 e 18 de setembro de 2019, em São Paulo. O evento conta com a participação de governos, especialistas nacionais e internacionais e empresas, como o Agility, plataforma em nuvem desenvolvida pela Geoambiente para a gestão dos serviços públicos e do atendimento ao cidadão. Patrocinadora prata do evento, a empresa participa pela 2ª vez consecutiva do evento.

Em entrevista ao Connected Smart Cities, o diretor comercial do Agility (Geoambiente), Felipe Del Nero, destacou a importância da participação da empresa na edição 2018, fundamental para a renovação do patrocínio esse ano. O executivo destaca que escolheu o evento para apresentar o Agility, novo sistema da empresa, voltado para o planejamento, gestão e atendimento ao cidadão.

 

Confira a entrevista:

CSC: Por que participar mais uma vez do Connected Smart Cities e quais as expectativas?
Felipe Del Nero: A Geoambiente participará, por meio do Agility, pela segunda vez consecutiva do Connected Smart Cities. Em 2018, tivemos um retorno muito bom, onde tivemos a oportunidade de apresentar nossos serviços a um público bastante seleto. Portanto, nossa expectativa para 2019 é que possamos, assim como em 2018, fazer diversas discussões sobre o contexto, desafios e soluções para smart cities, além de apresentarmos o nosso sistema Agility, voltado para o planejamento, gestão e atendimento ao cidadão.

CSC: Qual a relação entre a atuação da empresa com o Connected Smart Cities e com o tema cidades inteligentes?
Felipe Del Nero: Em 2019, a Geoambiente completará 25 anos de história e, neste período, desenvolvemos diversos tipos de soluções de geolocalização para variados públicos e setores, dentre eles estão as Prefeituras. E um dos alicerces do conceito de smart cities é a utilização de tecnologias que possam aprimorar a Gestão Municipal, trazendo agilidade aos processos e, assim, possibilitando um atendimento efetivo às demandas da cidade. Desta forma, a Geoambiente desenvolveu, em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), o Agility, que, baseado em tecnologias de ponta como Inteligência Artifical e Google Maps, automatiza todo o processo abertura de chamados pelo cidadão, bem como todo o processo de recebimento destas demandas pela prefeitura, triagem, planejamento, agendamento e execução da atividade pelas equipes de campo.

CSC: A Geoambiente/Agility desenvolveu alguma iniciativa ou projeto a partir das ações do Connected Smart Cities? Se sim, quais?
Felipe Del Nero: Em 2018, tivemos a possibilidade de lançar o Agility no Connected Smart Cities e debater com diversos gestores públicos sobre a aplicabilidade da solução e os benefícios que ela traz, além de trocar experiências com o público em geral. Isso nos possibilitou, dentre outras coisas, evoluir ainda mais o produto, que neste ano está ainda melhor e poderá ser explorado pelo público em nosso stand.

CSC: De que forma o evento pode contribuir para disseminar os produtos e/ou serviços da companhia?
Felipe Del Nero: Entendemos que o público que participará do evento em 2019 será bastante seleto e composto por gestores municipais, que é o público-alvo do Agility. Desta forma, esperamos alcançar um grande número de gestores, que poderão conhecer a solução e desfrutar dos benefícios em seus municípios futuramente.

CSC: Que produtos e/ou serviços serão apresentados no Connected Smart Cities 2019? Quais as novidades que o mercado e os participantes devem esperar?
Felipe Del Nero: O nosso foco no evento estará 100% voltado para o Agility, apesar da Geoambiente também desenvolver outros tipos de soluções de geolocalização para municípios. Os participantes vão conhecer uma plataforma baseada no que há de mais moderno em tecnologia, tais como inteligência artificial, machine learning e geolocalização. Todos voltados ao benefício da gestão pública, do munícipe e da cidade.

CSC: Qual a importância da parceria com o Connected Smart Cities para a sua organização?
Felipe Del Nero: A parceria entre a Geoambiente e o Connected Smart Cities é algo de grande valor para nós, não somente pela possibilidade de atingirmos o público comprador do Agility, mas também para podermos evoluir cada vez mais nossa solução a partir de debates com as pessoas chave do setor e trocas de ideias sobre smart cities.

CSC: Qual a importância do evento para o setor considerando o mercado brasileiro, da América latina e mundial?
Felipe Del Nero: Apesar do conceito smart cities ser algo bastante vivo em nossas discussões do dia a dia, ainda há muita coisa por fazer nos municípios e muita tecnologia por ser implementada para apoiar a gestão pública. E nesse contexto, o evento ao mesmo tempo que gera muitas discussões e cria caminhos para a concretização das cidades inteligentes, também possibilita que o mercado evolua e que os gestores públicos conheçam as possibilidades existentes de aprimorar a gestão do seu município, a partir das diversas soluções existentes no mercado.

QUER FAZER PARTE DO EVENTO QUE MAIS GERA NEGÓCIOS COM FOCO EM CIDADES INTELIGENTES? CLIQUE AQUI E SAIBA COMO! [:en]A cloud platform developed by Geoambiente for the management of public services, Agility will participate for the second consecutive time of the Connected Smart Cities. In an interview, the company’s commercial director, Felipe Del Nero, highlighted the participation in the event in 2018.

 

The most important initiative of smart cities in Brazil, the Connected Smart Cities is in the 5th edition and will be held on September 17 and 18, 2019, in São Paulo. The event counts with the participation of governments, national and international experts and companies, such as Agility, a cloud platform developed by Geoambiente for the management of public services and citizen service. Silver Sponsor of the event, the company participates for the 2nd consecutive time of the event.

In an interview with Connected Smart Cities, the commercial director of Agility (Geoambiente), Felipe Del Nero, highlighted the importance of the company’s participation in the 2018 edition, fundamental for the renewal of sponsorship this year. The executive emphasizes that he chose the event to present Agility, the company’s new system, focused on planning, management and citizen service.

 

Check out the interview:

CSC: Why participate again in the Connected Smart Cities and what expectations?
Felipe Del Nero: Geoambiente will participate, through Agility, for the second consecutive time of the Connected Smart Cities. In 2018, we had a very good return, where we had the opportunity to present our services to a very select audience. Therefore, our expectation for 2019 is that we can, as in 2018, make several discussions about the context, challenges and solutions for smart cities, in addition to presenting our Agility system, focused on planning, management and citizen service.

 

CSC: What is the relation between the company’s performance with the Connected Smart Cities and the smart cities theme?
Felipe Del Nero: In 2019, Geoambiente will complete 25 years of history and, in this period, we developed several types of geolocation solutions for various public and sectors, among them are City Halls. And one of the foundations of the concept of smart cities is the use of technologies that can improve the Municipal Management, bringing agility to the processes and, thus, enabling an effective service to the demands of the city. In this way, Geoambiente has developed, in partnership with the Foundation for Research Support of the State of São Paulo (FAPESP), Agility, which, based on cutting-edge technologies such as Artifical Intelligence and Google Maps, automates the entire process of opening calls by citizen, as well as the entire process of receiving these demands by city hall, screening, planning, scheduling and execution of the activity by the field teams.

 

CSC: Has Geoambiente / Agility developed any initiative or project based on Connected Smart Cities actions? If so, which ones?
Felipe Del Nero: In 2018, we were able to launch Agility in the Connected Smart Cities and discuss with various public managers about the applicability of the solution and the benefits it brings, as well as exchange experiences with the general public. This enabled us, among other things, to further develop the product, which this year is even better and can be explored by the public in our stand.

CSC: How can the event contribute to the dissemination of the company’s products and / or services?
Felipe Del Nero: We understand that the public that will participate in the event in 2019 will be quite select and composed of municipal managers, which is the target audience of Agility. In this way, we hope to reach a large number of managers, who will be able to know the solution and enjoy the benefits in their municipalities in the future.

 

CSC: What products and / or services will be featured in the Connected Smart Cities 2019? What are the news that the market and the participants should expect?

Felipe Del Nero: Our focus on the event will be 100% on Agility, although Geoambiente also develops other types of geolocation solutions for municipalities. Participants will learn a platform based on the most modern technology, such as artificial intelligence, machine learning and geolocation. All aimed at the benefit of public management, the citizen and the city.

CSC: How important is the partnership with the Connected Smart Cities for your organization?
Felipe Del Nero: The partnership between Geoambiente and the Connected Smart Cities is something of great value to us, not only for the ability to reach the Agility buyer audience, but also to be able to evolve our solution more and more from debates with the key people in the sector and brainstorming about smart cities.

CSC: What is the importance of the event for the industry considering the Brazilian, Latin American and world market?
Felipe Del Nero: Although the smart cities concept is quite lively in our day-to-day discussions, there is still much to be done in the municipalities and a lot of technology to be implemented to support public management. And in this context, the event, while generating many discussions and creating paths to the realization of smart cities, also allows the market to evolve and public managers know the possibilities to improve the management of their municipality, from the various existing solutions in the market.

 

WANT TO PARTICIPATE / SPONSOR THE EVENT OF THE COUNTRY THAT MORE MAKES BUSINESS WITH FOCUS ON INTELLIGENT CITIES? CLICK HERE TO LEARN HOW!  [:]